Quinta, 22 Setembro 2016 18:22

Executado ao voltar de caminhada

Avalie este item
(0 votos)

O Departamento de Homicídios da Polícia Civil investiga a execução de Iramildo Rodrigues Valente, de 34 anos, ocorrido no final da tarde da última terça-feira (20/9), no início da Avenida Antônio Vilhena, na entrada do Bairro Liberdade, Núcleo Cidade Nova. A delegada Raíssa Beleboni, responsável pelo procedimento, esteve no local e informou na manhã desta quarta-feira (21) que deverá intimar familiares para prestarem esclarecimentos ainda nessa semana.

Conforme ela, as primeiras informações dão conta que o crime foi cometido por dois homens em uma motocicleta Honda Biz vermelha, que utilizavam capacete. “Quando chegamos ao local, diante da aglomeração de pessoas e por se tratar em local escuro, sem iluminação, não foram encontradas cápsulas no local. Vamos saber agora, após a conclusão do exame pericial, se de fato foi um revólver ou se cápsulas de pistola acabaram se perdendo diante da aglomeração de pessoas”, comentou.

Ela diz, ainda, que a Polícia Civil ainda possui poucas informações acerca do crime, da motivação ou autoria dos disparos. “No local somente colheram-se informações sobre a dinâmica do crime. A partir de agora, com as investigações, vamos saber o histórico da vítima e se tinha algum envolvimento criminal. Por enquanto o que se sabe é somente que ele estava correndo no aeroporto e logo que entrou na Avenida Antônio Vilhena (saindo da Rodovia Transamazônica), correu poucos metros e foi alvejado pelos disparos de arma de fogo”.

Raissa acrescentou que foi difícil conseguir contato com familiar próximo de Iramildo logo após a execução e, por isso, o boletim de ocorrência foi registrado pelo Departamento de Homicídios nesta quarta. “A partir de agora serão feitas as oitivas das testemunhas e familiares”, declarou. O cabo Edilson, da Polícia Militar, relata que a princípio foi informado ao Núcleo Integrado de Operações Policiais (Niop-190), que um acidente de trânsito teria ocorrido no local.

“Fomos acionados com a informação de que seria um engarrafamento que estaria sendo gerado, talvez, por um acidente de trânsito, mas chegando aqui foi constatado que foi um homicídio. O elemento estava fazendo caminhada no aeroporto e quando retornava para a sua residência passaram dois homens de moto e efetuaram disparos contra sua cabeça. Aqui no local ninguém sabe dizer se há envolvimento dele em práticas ilícitas ou desavenças”, comentou.

Um tio da vítima esteve no local, mas preferiu não se identificar. Ele informou, apenas, que o sobrinho nunca foi preso e que um irmão dele havia sido assassinado recentemente. Trata-se de Evanildo Rodrigues Valente, morto aos 37 anos, no Bairro Laranjeiras, no dia 8 de abril deste ano. As circunstâncias das duas mortes foram semelhantes.

No caso de Evanildo, ele estava em um lote, ao lado da casa da família, quando duas pessoas chegaram em uma motocicleta e efetuaram três disparos contra Evanildo, que morreu ainda no local. A vítima também não possuía passagens criminais registradas. A Polícia Civil ainda não divulgou o resultado das investigações do caso anterior. (Fonte: Jornal Correio)

Ler 206 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Filtro por Data

« Janeiro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        
  • Lateral 02
  • Lateral 03
  • Disque Denúncia
  • Lateral 04
  • Lateral 05
  • Lateral 06

Sobre o Site

O Canal Marabá é um portal de notícias que

amplitude regional, destinado a tratar do cotidiano de

Marabá e região, com reportagens, artigos, participação

do internauta e entretenimento. VEJA MAIS...