Segunda, 22 Maio 2017 22:08

Banco da Amazônia lança prêmio para pesquisa e inovação

Avalie este item
(0 votos)

O Banco da Amazônia marcará o início das comemorações de 75 anos de fundação com a realização do evento "Diálogos Amazônicos: promovendo o desenvolvimento regional" e o lançamento da 4ª edição do prémio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional que inscreverá pesquisas, ações institucionais e produtos inovadores a partir do dia 1º de junho.

 

O evento será realizado dia 30 deste mês, no auditório da agência central do Banco da Amazônia, na avenida Presidente Vargas, em Belém. Os interessados em participar devem se inscrever através da página disponibilizada no site da instituição bancária.

A programação começará às 8h30 e se estenderá até as 11h30. Estão previstas a cerimônia de lançamento do prêmio Celso Furtado e o relato de experiência da ganhadora da 3ª edição do Celso Furtado, na categoria produção do conhecimento amazônico, professora Helena Zagury Tourinho, doutora em Desenvolvimento Urbano (USP).

 

O professor da UFPA, Saint-Clair Trindade Júnior, doutor em Geografia Humana (USP), fará a palestra "Um olhar geográfico em perspectiva: a Amazônia na abordagem do espaço como instância social", uma abordagem feita em projeto de pesquisa de mesmo nome baseada na obra de Milton Santos, o homenageado deste ano no prêmio Celso Furtado.


A premiação terá seis categorias (Produção do Conhecimento Acadêmico; Práticas Exitosas de Produção e Gestão Institucional; Projetos Inovadores para Implantação no Território; Amazônia - Tecnologia e Inovações para o Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia (PRDA); Centro Oeste - Desenvolvimento para a Faixa de Fronteira; Nordeste - Inovação e Sustentabilidade).


O objetivo geral da premiação é "promover a reflexão, do ponto de vista teórico e prático, acerca do desenvolvimento regional no Brasil, envolvendo o poder público e a sociedade civil organizada na discussão e na identificação de medidas concretas para a redução das desigualdades de nível de vida entre as regiões brasileiras e a promoção da equidade no acesso a oportunidades de desenvolvimento".
Entre os objetivos específicos está a identificação de "projetos inovadores a serem implantados no território, para melhoria da qualidade de vida, inclusão produtiva, diversificação da produção e melhoria e/ou manutenção da competitividade, que demonstrem potencial de transformação da realidade socioeconômica em múltiplas escalas, com especial interesse aqueles que privilegiem o uso sustentável de recursos naturais".


Para cada categoria serão escolhidos dois ganhadores de diploma e valor em dinheiro (R$15 mil para o primeiro e R$ 10 mil para o segundo). As regras para se inscrever e outras informações estão no site da premiação, www.mi.gov.br/web/premio-2016.

Ler 78 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Filtro por Data

« Outubro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
  • Lateral 02
  • Lateral 03
  • Disque Denúncia
  • Lateral 04
  • Lateral 05
  • Lateral 06

Sobre o Site

O Canal Marabá é um portal de notícias que

amplitude regional, destinado a tratar do cotidiano de

Marabá e região, com reportagens, artigos, participação

do internauta e entretenimento. VEJA MAIS...